Como traduzir os desfiles de moda e aplicar seus elementos nas coleções

De olho no padrão

 

A maneira mais simples de identificar tendências de desfiles de moda é reparar nas repetições. Tendência segundo dicionário significa: Propensão; inclinação; disposição.Ou seja, quando você ouve que certa combinação de cores é uma tendência, significa que de acordo com os materiais disponibilizados e  analisados até o momento ela tem potencial de se tornar popular.

Para identificar as tendências desfiladas  é necessário assistir a todos os desfiles da temporada, e analisa-los procurando detalhes que  se repitam de acordo com a área de sua pesquisa.

Os  filtros para identificação de tendência em desfiles de moda  baseiam-se em elementos técnicos como: cores, estampas, silhuetas, comprimentos das peças,  modelagens, tecidos, aviamentos e acessórios.

Vamos usar aqui o exemplo da cor, se a cor apareceu muito em um desfile só, ela tem mais a dizer sobre o tema do desfile do que sobre a tendência da estação. Quando a cor é vista em variados desfiles das 4 semanas de moda mais influentes internacionalmente a chance de se popularizar é maior e portanto é considerada uma tendência de moda.

Abaixo a cor azul que apareceu nos desfiles destacados no canto inferior de cada imagem, e que por isso pode ser considerada um tendência.

 

 

 

 

Inserindo as tendências de desfiles de moda na minha coleção.

Encontrar as tendências desfiladas demanda tempo e análise como vimos acima, inserir elementos desfilados na coleção, além de exigir um conhecimento prévio das tendências, requer  por vezes uma imersão nos conceitos em voga.

Como já falamos por aqui, toda marca usa de um tema para a sua coleção, esse tema relaciona o DNA da marca e o público com os elementos técnicos da nova coleção, a cartela de cores escolhida, as estampas, silhuetas comprimentos e demais atributos. Para escolher o tema a marca baseia-se em um conceito, que é a ideia que ela deseja expor por meio dessa coleção.

Nos desfiles de moda, geralmente as 5 primeiras peças desfiladas são as peças conceituais,  são peças exageradas e geralmente difíceis de imaginar em ocasiões casuais. Essas peças existem  para que o conceito da coleção seja reforçado buscando  uma maior compreensão e aceitação do público.

Identificar o conceito e os atributos técnicos de uma coleção facilitam a tarefa de inserir os elementos vistos em desfiles, que são apontados como tendências, na sua coleção de moda.

Para inserir um conceito que apareceu em diferentes desfiles, basta “diluir”  os elementos identificados  nas peças da coleção. Suas peças não precisam ser exageradamente conceituais, mas inserir um elemento referente ao conceito analisado em uma peça casual já consegue traduzir o principal. O grande segredo é saber distribuir bem os elementos de acordo com o DNA e públicos da sua marca, para que as peças se mantenham comerciais mas ainda assim tenham o frescor da novidade desfilada.

Para exemplificar abaixo podemos ver a imagem de diferentes desfiles de resort 2019 que trouxeram elementos técnicos do conceito country (cintura marcada, babado, decote ombro à ombro…), esses elementos devem ser utilizados com cuidado para que a peça não fique conceitual demais, para uma criação assertiva recomenda-se uma análise de aceitação do público referente a tendência escolhida.

 

 

Como a Donna pode te auxiliar?

 

O Coleção.Moda possui uma ferramenta de indicação de tendências baseada em inteligência artificial.

Donna, nossa inteligência artificial, segmenta as imagens dos desfiles internacionais das 4 semanas de moda mais influentes internacionalmente (Nova York, Londres, Milão e Paris). Essa segmentação é realizada pela combinação de extração de metadados e algoritmos de aprendizado de máquina que categorizam cada imagem por cores, estilistas/marcas, temporada desfilada, e tipos peças.

Após processar milhares de imagens, sem descanso e sem interferência externa nenhuma, a nossa IA identifica os padrões daquela temporada, garantindo assim uma alta confiabilidade dos resultados em um curto período de tempo. Além disso, ela entrega exemplos dos padrões detectados para justificar as suas conclusões, esperta né?

Para saber quais desfiles  trouxeram o amarelo, por exemplo, no inverno 2019 basta selecionar a temporada e clicar sobre a cor (vide imagem abaixo).

O C.M te ajuda a identificar as principais tendências da estação e criar coleções mais assertivas!