em Coleção.Moda

A lei das etiquetas na área têxtil existe desde 1973, devido ao surgimento das fibras químicas e sintéticas na época que conquistaram o mercado, mas causavam muitas dúvidas nos consumidores sobre qual a composição do produto que estavam comprando e como cuidar devidamente da peça.

Atualmente, a etiquetagem de produtos têxteis deve respeitar a Resolução aprovada pela Conmetro nº 02/2008. Segundo a legislação brasileira, a etiqueta deve ser fixada na peça e conter em português as seguintes informações:

Ainda de acordo com o Regulamento Técnico de Etiquetagem de Produtos Têxteis, todas as indicações devem estar claras e legíveis, sem nenhuma informação abreviada. A altura da letra precisa ter no mínimo 2mm e os símbolos 4mm.

Os cuidados e conservação da peça normalmente são indicados através de símbolos nas etiquetas. A norma ABNT NBR NM ISO 3758 estabelece uma simbologia gráfica para produtos têxteis, fornecendo as indicações necessárias para evitar danos irreversíveis para a peça durante a lavação e outros processos. A etiqueta deve apresentar os símbolos necessariamente nessa ordem: limpeza, alvejamento, secagem, passadoria, limpeza profissional. Em breve faremos um post explicando detalhadamente todos os símbolos.

Com relação à composição dos tecidos, o nome da fibra ou filamento deve estar acompanhado do percentual, sempre em ordem decrescente, caso a composição têxtil seja difícil de determinar, pode ser indicada com “composição não determinada” ou “fibras diversas”. Peças compostas por partes em tecidos diferentes, a composição precisa ser indicada separadamente, identificando cada parte, não sendo necessário caso a parte represente menos de 30% da massa total do produto, exceto o forro, cuja composição é sempre obrigatória.

A marca deve estar comprometida em fornecer informações verídicas na etiqueta, sob pena de multa por omissão ou denominação equivocada. Mas muito além disso, a empresa  precisa passar confiabilidade e transparência para o consumidor, que está cada vez mais atento.

 

Escrito por Ana Cláudia Antunes

Postagens Recentes

Deixe um Comentário

Comece a digitar e pressione Enter para pesquisar

Bitnami