em Coleção.Moda

Imagine sua coleção atrasada, e você se depara com um mix de produto nada equilibrado e ainda deixou de incluir a tendência must have deste inverno, o folk. Um bom planejamento poderia evitar isso. Mas como se faz um bom planejamento?

Neste post vamos mostrar a importância de planejar sua coleção, e assim evitar que imprevistos como estes voltem a acontecer. Portanto, já sabemos que antes de começar os nossos primeiros rascunhos, ou mesmo nossas fichas técnicas, precisamos colocar no papel tudo que vem antes disto. E o que vem antes disto?

O processo de desenvolvimento de coleção é dinâmico e demanda muita comunicação entre os membros da equipe. Antes de você começar a colocar no papel tudo que está desejando na próxima estação, reúna a sua equipe, faça um cronograma e um mix de produtos, e lembre-se sempre do tempo que você tem pra executar tudo, pois uma coleção atrasada será um grande problema.

 

Algumas dicas para fazer o seu planejamento

 

1VfeywzGo4v84YarF4bQktD1S3XDkQb_RLMGuYr8 (1)

 

1. Sempre tenha bem definido quem é o seu público

Quando você começou a sua marca, seja ela feminina, infantil ou masculina, sempre tenha bem definido quem é o seu público, o seu estilo e seus concorrentes, essas informações são primordiais para que a sua coleção tenha uma identidade, independente da estação ou de quem está criando ela. Então se não definiu ainda, faça isso, seja com a sua equipe, ou procure uma empresa especializada.

2. Pesquisa

Item fundamental antes de iniciar uma coleção, não é?! E temos inúmeros meios de coletar informações: através de revistas, internet, desfiles ou até mesmo das viagens (que muitas vezes acabam não acontecendo por não caber no orçamento). E depois vem o árduo trabalho de compilar tudo e extrair o que realmente seu público vai consumir. Mas não tenha dúvidas, por mais demorado que seja, isso é necessário.

3. Mix de Produtos

O nome já diz, a variedade de produtos que você vai oferecer nessa coleção, e como executar isso? Antes de elaborar o mix da coleção que vai construir, estude as vendas de coleções anteriores junto com o comercial, distribua os preços, e lembre-se, as estações andam cada vez mais atemporais, então pense numa coleção de inverno, que adianta ter peças de tecidos pesados, se você vende mais no nordeste? E cuide com os preços, se sua marca atingi público de classe B e C, crie produtos para este público, lembre-se sempre, modelagem e protótipia custam o valor bem significativo ao seu negócio, então não perca tempo pilotando o que não vai caber na sua coleção.

4. Tema da coleção, famílias ou coordenados

Independente de qual metodologia você utilize, depois da sua pesquisa compilada, você conseguirá escolher os itens mais importantes para a sua coleção, organize os itens como as cores, as modelagens, as tendências, as estampas…. Lembre-se sempre, uma coleção bem divida e bem organizada pode atrair ainda mais seu clientes, sabemos que se tiver 2 vestidos com estampa de onça na coleção parecidos, o cliente vai escolher pelo mais bonito, porém se você tiver 1 vestido e uma blusa, seu cliente vai comprar os 2, então pegue os itens que coloquei acima e separe em grupos, você vai ver que vai ficar muito mais fácil.

5. Escolha de tecidos

Não se pode sair comprando tudo que vemos de bonito né? Até porque a maioria das empresas têxteis cobra a pilotagem, então se organize antes de atender os fornecedores. Uma dica minha é, divida em 3 tópicos, os artigos de linha, os diferenciados e os de estoque. Os de linha são aqueles que você sabe que precisa ter, que trabalha em todas as coleções, os diferenciados são aqueles do momento, por exemplo neste inverno 2016 o suede é um artigo diferenciado, mas no próximo verão ele já quase não aparece mais, ok? E os de estoque são aquelas sobras, que nada mais são do que dinheiro parado, não é? Então utilize em detalhes, em mistura de tecido, que você pode se surpreender com o resultado.

5. Desenho

E para concluir o tão esperado momento, hora de desenhar, e se você planejar, verá que tudo ficará mais fácil. Utilize os coordenados que foram construídos em cima da sua pesquisa, não esqueça do mix de produto, não adianta ter 10 bottons (partes de baixo, como calças, saias, shorts) para 4 tops (partes de cima, como t-shirts, blusas,..), você precisa desenhar para que seu cliente enxergue sua coleção de forma harmoniosa, e sinta vontade de consumir tudo. E não esqueça, execute uma ficha técnica padrão, mesmo que seus desenhos ainda não sejam feitos em algum software, você precisa organizá-los, para que cheguem aos outros setores de uma forma organizada, e, até que sejam liberados, você tenha controle de tudo.

 

E pra finalizar, mais uma dica: Se você é apaixonado por criar, utilize as ideias como inspiração, fuja da cópia, use a sua criatividade e ouse, você vai se surpreender até onde você pode chegar!

Postagens Recentes

Deixe um Comentário

Comece a digitar e pressione Enter para pesquisar

Bitnami