em Coleção.Moda, Tendências

Descubra o passo a passo para aplicar tendências na sua coleção.

As tendências de moda estão em constante atualização, o tempo todo surgem novidades com potencial de ganhar popularidade e massificar comercialmente. Existem muitas formas de pesquisas de tendências e de aplicá-las à coleção, cada estilista pode ter seu processo individual seja ele intuitivo ou consciente.

Aqui vamos listar um método com dicas de pesquisa, identificação, organização e aplicação de tendências para quem está iniciando nas suas pesquisas ou quem busca aprimorar seus processos.

Fontes para pesquisa de tendências de moda.

Photo by Uby Yanes on Unsplash

Existem diferentes fontes para buscar inspiração e tendências, todas elas contribuem de formas diferentes. Em determinados momentos elas podem apontar para uma mesma direção (uma mesma tendência muito grande) ou para direções divergentes (corrente e contracorrente).

Dentre as fontes de pesquisa podemos citar as mais acessíveis: revistas de moda, sites abertos especializados, redes sociais e até mesmo as ruas. Com mais precisão temos os bureaus de pesquisa que são especialistas no assunto e os desfiles de moda que apresentam peças de roupas já diluídas nas tendências que as maiores marcas do mundo acreditam.

Nós acreditamos nos desfiles e campanhas de moda internacionais como intermediadores entre conceitos de tendências e produtos, por isso nesse método a pesquisa será baseada nessa fonte em específico. Atenção para as dicas:

Dica 1: Tenha um calendário das semanas de moda:

Para iniciar as pesquisas nos desfiles, tenha um calendário com as semanas de lançamentos das novas temporadas de roupas internacionais e nacionais. Procure acompanhar os lançamentos sempre que possível.

Dica 2: Encontre marcas e estilistas que tenham algo em comum com o que você cria.

Vocês podem compartilhar a mesma estética (minimalista/ romântico/ esportivo) ou o mesmo segmento (feminino/masculino/teen), priorize esses nomes nas pesquisas. Porém, lembre-se de que consumir inspiração apenas de uma fonte pode não ser o suficiente para abastecer o seu motor criativo. Quanto mais fontes você tiver, melhor.

Identificação de tendências de moda.

Exemplo de segmentação de tendências de acessórios da temporada de Primavera 2022.

Muitos se perguntam como fazer para perceber uma tendência, enquanto outros só precisam olhar para uma imagem para entender que algo diferente deve vir daquela estética. A verdade é que essa habilidade só requer prática e desejo por conhecimento de moda.

Tendências são comportamentos ou objetos que tendem a se popularizar, para identificar quais são esses comportamentos ou produtos basta analisar as repetições.

Dica 3: Quanto mais vezes você ver um mesmo padrão repetido maior a chance dele se popularizar ou dele já estar em alta.

Dica 4: Em cada desfile que você assistir, anote os pontos que mais chamaram sua atenção, depois dos 3 primeiros desfiles você já deve ter uma lista com elementos que estão se repetindo. Já falamos por aqui sobre a importância de segmentar e analisar as tendências.

Dica 5: Alguns elementos para reparar: silhueta das peças, cores, estampas, materiais, aviamentos, modelagem, calçados, acessórios, cabelo e make.

Precisando de exemplos? Neste post você encontra dicas de como inserir elementos 

Organização de tendências de moda.

Moodboard gerado no Fashion PLM Coleção.Moda

Depois de concluir a lista de repetições, salve as imagens das tendências que você identificou, procure manter tudo em um só lugar, porém de forma organizada.

Dica 6: Analise tudo que você segmentou e veja o que pode ser agrupado. Exemplo: Animal print + Saia midi + color blocking

Ao segmentar dessa forma você está criando famílias para sua coleção, pode criar várias coleções cápsulas com elementos estéticos que conversem entre si.

Dica 7: Faça moodboards com as imagens das tendências para deixar a estética que você busca o mais clara e acessível possível na hora de criar as peças.

Aplicação das tendências de moda na coleção

Photo by Kelly Sikkema on Unsplash

Ao criar as peças, é relevante sempre analisar seu público alvo, seu pré custo de produto, a estação do ano, e só após essa análise aplicar as tendências selecionadas em peças que estejam dentro do que sua marca representa.

Dica 8: Crie peças e tente usar os elementos que você viu. Copiar nunca é uma boa ideia, crie o que o seu público quer e deixe isso mais interessante usando os elementos estéticos das tendências.

 

Dica 9: Aplicando as últimas tendências de moda no Coleção.Moda

No Fashion PLM Coleção.Moda você encontra uma aba de tendências com as imagens de todos os looks desfilados nas semanas de moda internacionais, a Donna, nossa inteligência artificial escaneia as cores de todos os looks e segmenta em ordem decrescente as tonalidades que mais se repetiram nas passarelas, te ajudando a descobrir as maiores apostas da estação.

Ainda na plataforma online você encontra um espaço para criar moodboards automatizados, a foto é carregada e a montagem de imagens do layout é feita automaticamente, em um arquivo pronto para ser impresso ou compartilhado.

 No nosso e-book sobre planejamento de coleção de moda você encontra mais informações sobre o papel das tendências na criação de uma coleção.

Postagens Recentes

Comece a digitar e pressione Enter para pesquisar

Bitnami